Please reload

Recent Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Featured Posts

Por que as indústrias valorizam tanto a experiência prática?

October 2, 2017

 

… as pessoas estão chegando muito verdes aqui na fábrica. Quando temos um projeto para executar ou ocorre um problema… elas não sabem por onde começar!

 

Escutamos a afirmação acima várias vezes de colegas engenheiros de manutenção, projetos e produção, em diferentes indústrias. Eles se referem ao fato dos profissionais recém-formados terem pouca ou nenhuma experiência prática.

 

A questão é que, independentemente do porte da empresa, tomar decisões corretas, ser ágil e intervir na hora H é fundamental para a competitividade. E isso só é possível quando o profissional se depara com situações para as quais efetivamente se preparou,

 

Para melhor entender a origem do problema, ou seja, o "furo" no processo de ensino e aprendizagem convencional, imagine um motorista que aprendeu a dirigir através de aulas expositivas e depois teve algumas aulas práticas dentro de uma garagem. Nas aulas práticas o instrutor dizia:

 

...imagine que você está em uma esquina e tem um ônibus vindo daquela direção, e depois dele vem um carro… Coloque a primeira, ligue a seta, espere o ônibus passar e siga entre o ônibus e o carro…”

 

Pronto! É assim que praticamente todos os nossos profissionais são formados, na grande maioria das escolas técnicas e universidades… dentro de uma “garagem” e longe do mundo real.

 

Você acha que esse motorista vai saber o que fazer no dia em que estiver em um cruzamento e precisar entrar na avenida entre o ônibus e o carro?

 

Pois é! Nós também não. Mas concordamos que se ele tivesse a oportunidade de realizar práticas em ruas e avenidas, ou no mínimo pudesse realizar práticas em um simulador (como um piloto faz em um simulador de vôos), ele adquiriria COMPETÊNCIA para executar a manobra no momento necessário.

 

A questão é que na grande maioria das instituições de ensino os profissionais são capacitados como o motorista que aprende a dirigir na garagem. Eles sempre são conduzidos a “imaginar” situações, e estudar casos, mas dificilmente têm a oportunidade de efetivamente executar alguma coisa. Ou seja, na hora em que o carro “estanca”, ou um pedestre desatento atravessa a rua no local errado, ou um outro motorista se distrai e “tranca”, eles não tem reflexo, nem perícia, nem raciocínio rápido, porque nunca passaram por essas situações antes.

 

A falta dessas habilidades e competências impacta em perdas nas indústrias e compromete sua competitividade. Isso porque no dia-a-dia, o técnico, o engenheiro, o gestor, precisa resolver problemas, tratar exceções e tomar decisões frente a demandas do mercado. Inevitavelmente qualquer profissional vai cometer erros. Mas certa vez escutamos de um professor:

 

…o cara tem que acertar muito mais que errar… senão a conta não fecha!

 

Para resolver esse problema, só há uma solução: os profissionais precisam ganhar experiência prática! Ter oportunidade de acertar e errar! E de preferência antes de entrar na fábrica!

 

Sem experiência os jovens profissionais demoram a resolver problemas, cometem erros e causam prejuízos. Por isso, se você está entrando no mercado, precisa sair do convencional. Você pode ganhar experiência através da participação em projetos e pesquisas inicialmente, porque mesmo nos estágios, o item experiência tem sido avaliado na contratação. Por isso, é importante realizar cursos extra-curriculares que envolvam atividades práticas. As práticas em laboratório podem não ser suficientes, mas já são um começo!

 

Por fim, jogos sérios e cursos gamificados são inovações que tem se mostrado muito eficazes para resolver esses problemas, pois suas dinâmicas promovem uma imersão dos alunos no ambiente virtual do jogo ou do curso, de modo que eles se sintam “de verdade” na situação real.

 

Naturalmente, se você tem a possibilidade de acompanhar um profissional experiente, participar das atividades da empresa de um parente ou amigo, ou mesmo estagiar/trabalhar, esses caminhos são sempre válidos, desde que te proporcionem experiências interessantes. Ou seja, não adianta você entrar em um estágio/trabalho onde fique “preenchendo planilhas”… Valorize seu tempo! Você não tem como recuperá-lo! Depois que passou, já era.

 

Para quem está interessado em entrar no mercado ou avançar na carreira, recomendamos a leitura do nosso eBook O Profissional que o Mercado Procura. De forma objetiva, ele aborda as características mais valorizadas pelo mercado nos profissionais e te indica o que fazer para obtê-las. É uma leitura rápida e interessante. Não deixe de conferir!!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Follow Us

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Search By Tags
Please reload

Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon

© 2017  |  fábricasim® | De Lorenzo | MEKATRONIK®  |  Todos os direitos reservados / Todos los derechos reservados